Fim do lixão de Iguatu mais perto da realidade

Hoje o prefeito Ednaldo Lavor deu um passo histórico para Iguatu juntamente com sua equipe da secretaria de meio ambiente liderada por Marcos Ageu.

Finalmente foi formalizado o consórcio para os resíduos sólidos da região, dando mais esperanças para o sonhado fim do lixão na entrada da cidade.

Mesmo com a crise que se vive a união de esforços entre as cidades deve viabilizar um aterro sanitário nos próximos anos e uma política de resíduos sólidos que respeite o meio ambiente.

Vale lembrar que Iguatu já construiu um aterro sanitário na gestão de Agenor Neto, porém a obra nunca funcionou porque foi embargada por problemas ambientais, dentro de uma área de lagoa, e por ter sido alvo da operação fumaça, da Polícia Federal, que apura a desvios na saúde.

Muito mais que uma questão ambiental, um aterro sanitário e uma política de resíduos sólidos pode ajudar a gerar receitas e empregos com condições dignas para as pessoas que trabalham na reciclagem.

Para Iguatu o fim de um cartão postal vergonhoso e para as cidades vizinhas participantes do consórcio uma chance de causarem menos dano ao meio ambiente por estar em uma iniciativa dessas antes que o problema se agrave e chegue à situação do lixão de Iguatu.

CLOSE
CLOSE