Iguatu adere ao Plano Nacional de Enfrentamento à Microcefalia

A Prefeitura Municipal de Iguatu, através da Secretaria de Saúde, se mobiliza para reduzir os casos de microcefalia no município, por meio da execução do Plano Nacional de Enfrentamento à Microcefalia – PNEM. Esse plano é dividido em três eixos: Mobilização e Combate ao Mosquito Aedes aegypti, transmissor da zika, da dengue e da chikungunya; Atendimento às Pessoas; e Desenvolvimento Tecnológico, Educação e Pesquisa.

Essas medidas emergenciais são colocadas em prática para intensificar as ações de combate ao mosquito. Segundo o Secretário de Saúde do Município, Dr. Marcelo Sobreira, o combate ao Aedes aegypti é fundamental para evitar o surto de microcefalia que está ocorrendo em todo o país. A campanha chama a atenção da população para importância da participação de toda a sociedade na eliminação dos focos do mosquito transmissor das três doenças.

A Secretaria Municipal da Saúde encerrou nessa semana o segundo ciclo do PNEM com quase 35.000 imóveis visitados em Iguatu, que corresponde a 99,56% dos imóveis da cidade. Hoje, a Saúde iniciará o terceiro ciclo do PNEM. Em 2017 foram constatadas 177 suspeitas de dengue e zero casos confirmados, de Chikungunya foram 228 suspeitas e dois casos confirmados.

O Prefeito Ednaldo Lavor vem trabalhando com o intuito de reduzir o número de casos de microcefalia, bem como o número de contaminações pelo o Zika Vírus, dengue e Chikungunya.

Diferentes secretarias e órgãos do município estão trabalhando em parceria com as unidades de saúde da família. “É uma luta que precisa do envolvimento de todos os setores da administração pública e da sociedade”, afirmou Lavor.