NOTA DE ESCLARECIMENTO SOBRE O RECOLHIMENTO DE ANIMAIS DE RUA

A Prefeitura municipal de Iguatu, por meio da Secretaria de Saúde e da Coordenadoria de Vigilância em Saúde vem a público esclarecer que o trabalho de recolhimento de animais realizado no município é feito somente após a realização do inquérito canino (coleta de sangue) para identificação da Leishmaniose. Vale lembrar que a eutanásia só ocorre após o segundo exame que comprove positividade para Leishmaniose – popularmente conhecida como calazar.

O município de Iguatu vem cumprindo a recomendação de Nº 08/2017, expedida pelo Ministério Público do Estado do Ceará, que sugere o recolhimento e eutanásia em animais portadores de doenças graves abandonados nas ruas, a fim de realizar a prevenção, o controle de zoonoses, o recolhimento e transporte de animais acometidos de doenças incuráveis e contagiosas.

Tendo em vista a advertência formulada pelo Ministério Público e em cumprimento com a legislação vigente acerca do assunto, o município tem realizado ações e serviços relacionados à Vigilância Epidemiológica, Sanitária e Ambiental, com os devidos cuidados quanto ao trato e condução desses animais.

Em reconhecimento à importância dos animais para a vida em sociedade, a administração pública municipal pretende ainda colocar em prática um projeto para a castração de animais, objetivando o controle de natalidade, principalmente daqueles que estão em condições de abandono.