Prefeitura de Iguatu recebe doação de uma ambulância

A Secretaria de Saúde do Município reforçou sua frota de ambulâncias com a doação de uma pelo empresário Assis Couras, do Grupo Assis Couras – GAC. O veículo foi entregue na manhã do último sábado, dia 15. A solenidade de entrega aconteceu no abrigo metálico, no centro da cidade.

O equipamento será utilizado na remoção e no transporte adequado de pacientes atendidos pela rede municipal de saúde. A ambulância, no valor de aproximadamente R$ 60 mil, foi destinada ao município. O veículo modelo Fiorino, da marca Fiat é caracterizado e possui equipamentos básicos para o transporte de pacientes que precisam de suporte especial para remoção.

O Prefeito Ednaldo Lavor, o vice-prefeito Dr. Marcos Sobreira, o secretário de Saúde, Dr. Marcelo Sobreira, a Deputada Estadual Mirian Sobreira, representantes do legislativo municipal e a população em geral estiveram presentes à solenidade.

O empresário Assis Couras agradeceu a oportunidade em poder ajudar ao município e disse que esse era apenas o início de diversas parcerias promissoras. “Eu sei que esse equipamento será de grande importância porque ele vai proporcionar à população de Iguatu a chance de salvar vidas. Esse é apenas o início de muitas outras parcerias”, afirmou Couras. 

De acordo com o Prefeito Ednaldo Lavor, a saúde é prioridade em seu governo. “Quero aqui agradecer ao empresário Assis Couras que, em um gesto de altruísmo, faz essa doação. Sem dúvida irá ajudar a melhorar a saúde dos nossos cidadãos”, finalizou Lavor.

Por ocasião da solenidade de entrega da ambulância, foi realizado também o lançamento antecipado da Campanha de vacinação contra a Influenza. Deverão ser vacinados os profissionais da área de saúde, crianças maiores de 6 meses e menores de 5 anos, gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto).

Também devem ser vacinados os idosos com 60 anos ou mais, pessoas com comorbidades (doenças crônicas respiratórias, do coração, com baixa imunidade, entre outras), trabalhadores da saúde, indígenas aldeados e o público penitenciário.