Prefeitura garante merenda escolar de qualidade aos mais de 12 mil estudantes da rede pública

A prefeitura de Iguatu tem investido em permanentes melhorias e adequações no cardápio da merenda escolar para que as refeições servidas sejam saudáveis, equilibradas, apetitosas e contenham todos os nutrientes necessários para o crescimento e desenvolvimento das crianças e jovens estudantes do município.Uma das preocupações do prefeito Ednaldo Lavor é com a qualidade na alimentação escolar. “Sabemos que para ter um bom desempenho educacional, as crianças precisam estar bem nutridas. Por isso, sempre trabalhamos para ofertar a melhor e mais saudável alimentação aos nossos alunos”, frisou o prefeito.

Mais de 12 mil estudantes da rede pública municipal de ensino recebem a merenda diariamente. Os recursos são repassados pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) do Governo Federal.

Esse programa oferece alimentação escolar e ações de educação alimentar e nutricional a estudantes de todas as etapas da educação básica pública. Neste município, são atendidos por ele os alunos de toda a educação básica (educação infantil, ensino fundamental, ensino médio e educação de jovens e adultos), além do Atendimento de Educação Especializado (AEE) e o Programa Mais Educação.

A alimentação nas escolas e creches do município é cuidadosamente elaborada e servida aos alunos com base em cardápio específico. Todo esse trabalho leva em conta o valor nutricional dos alimentos, assegurando dessa forma os nutrientes necessários para o crescimento e desenvolvimento adequado das crianças, além de garantir seu bem-estar durante o período em que permanecem na escola.

No ano de 2017, mais de 30% dos recursos provenientes do PNAE foram destinados a compras de gêneros alimentícios da agricultura familiar. “É de suma importância ressaltar que o cardápio escolar do Município é elaborado por nutricionistas capacitadas, respeitando os hábitos alimentares locais e culturais, conforme as orientações estabelecidas na Resolução nº 26, de 17 de junho de 2013”, finalizou a secretária municipal da Educação, Elizangela Medeiros.

CLOSE
CLOSE