Superintendente do SAAE de Iguatu esclarece sobre qualidade da água

O superintendente do SAAE de Iguatu, Rafael Rufino, esclareceu sobre a qualidade da água que chega às torneiras das casas, em alguns pontos com cor amarelada.

Rafael Rufino explicou o problema se deve à presença de manganês que reage com o cloro. Além disso, o tratamento usado retira dos canos antigos resíduos de ferro que se soltam na tubulação, mas que a tendência é diminuir essa cor amarelada com o passar dos dias.

A situação do abastecimento também foi esclarecida. “Se não fosse o aquífero Julião, a cidade de Iguatu estaria enfrentando um colapso no abastecimento”, pontuou Rafael Rufino. 

Honório Barbosa/Diário do Nordeste

CLOSE
CLOSE